Skip to content

Estrutura de arquivos do Linux

Certamente, ao menos uma vez você já teve dúvidas referente aos diretórios de um sistemas GNU/Linux, baseado nisto, resolvi escrever este artigo, explicando cada um dos diretórios e afins.

Basicamente, a estrutura é da seguinte maneira:

/

Pois bem, como podemos perceber tudo fica abaixo do / (leia-se barra ou raiz) este é o diretório que armazena todos os dados e informações do seu sistema Linux. O único usuário que pode manipular arquivos aqui é o root, ninguém mais.

Mesmo que seus dados fique em outros locais ou dispositivos, somente através do / podemos chegar até ele. Este sem dúvida, é o diretório mais importante do Linux.

/root

Seguindo nosso esquema acima, o primeiro diretório abaixo do /, seria o /root. Este diretório é o “home” do usuário root, aqui ficam todos os arquivos deste usuário, arquivos como bashrc, chave ssh e outros arquivos pertencentes ao administrador do sistema.

/boot

Este diretório fica responsável por manter a imagem de inicialização do sistema operacional. O Kernel (núcleo do sistema), que faz a ligação entre Software e Hardware, fica aqui.

/etc

Dentro do /etc ficam os arquivos de configuração de grande maioria dos softwares além de scripts de usados por módulos e softwares instalados no sistema. Um exemplo de arquivo que se encontra dentro do /etc é o hostname, arquivo que armazena o nome da máquina em questão.

/home

Este diretório é o responsável por unir os arquivos de todos os usuários do sistema, com exceção do root. Um usuário não terá acesso aos arquivos de outro, a menos que seja cedido permissão para os mesmos.

/mnt

Quando conectamos uma nova mídia em nosso computador, como por exemplo CD’s/DVD’s ou Discos Rígidos Externos e até mesmo pen-drives, precisamos fazer com que o conteúdo que existe dentro destes dispositivos fique disponível para o sistema, para que isso ocorra, é necessário monta-lo. Esta ação de montar a mídia, ocorre dentro deste diretório.

/proc

Tudo que existe dentro do Linux é um arquivo e o /proc é a prova disto. Dentro deste diretório encontram-se arquivos com as informações do computador. Para você ter certeza disso, visualize o arquivo /proc/cpuinfo, este arquivo conterá todas as informações necessárias sobre o seu processador. Existem muitos outros arquivos com diversas informações, basta apenas conferir.

/sys

O diretório /sys está presente a partir de versões mais novas do Linux, com Kernel superior a 2.6. Nesse diretório ficam todos os módulos para os dispositivos USB.

/dev

Dentro do diretório /dev, ficam os arquivos que permitem o acesso aos dispositivos do sistema operacional.

/bin

Aqui neste diretório ficam os binários do sistema operacional, muitos comandos como ls, mv, cp, chown, dentre outros.


/sbin

Este diretório tem quase a mesma função do anterior, porém, aqui só o root consegue executar os arquivos.


/lib

Todas as bibliotecas e módulos do sistema operacional ficam dentro deste diretório. Maioria dos arquivos que ficam aqui, tem a extensão .so.


/usr

Este é o segundo maior diretório do sistema, se o executável que você procura não está dento de /bin ou /sbin, certamente está aqui.

Faltaram alguns diretórios na imagem principal, como o /var, este diretório armazena arquivos que podem aumentar de tamanho com o decorrer do tempo, como por exemplo logs.

Bom, este artigo teve como intuito ilustrar os diretórios do Linux, facilitando o entendimento de muitos conceitos e a estrutura do sistema, espero que tenha ficado o mais simples possível. 🙂

Entusiasta por Linux e telecomunicações. Extrovertido, comunicativo e fascinado por disseminar o conhecimento. Tenho como hobby escrever artigos para este blog desde 2013.
Só mais um maluco que aprendeu a codar e vive perdidamente apaixonado por Shell <3
Published inLinux

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito com amor, usando WordPress
Compilando...

Opa, que tal receber as novidades?

Inscreva-se para ficar sabendo das novidades do blog em primeira mão.